Saiba quais os documentos você deve levar quando viajar com o seu pet

Saiba quais os documentos você deve levar quando viajar com o seu pet

Já imaginou fazer aquela viagem dos sonhos ao lado do seu companheiro de todas as horas? Agora é possível! Você só precisa ter em mãos alguns documentos necessários para viajar junto com o seu pet. Quer saber quais são? O PetSaúde te conta!

Viajar geralmente requer uma atenção especial para uma série de fatores, sobretudo se você for embarcar com o seu querido pet. Por isso, é preciso que estejamos sempre com os documentos do nosso amiguinho, pois eles podem ser cobrados pelas autoridades e servirão para identificar o cãozinho ou gatinho e, consequentemente, o seu local de origem. Para te ajudar, o PetSaúde vai te dizer qual é a documentação obrigatória.

1 – CERTIFICADO VETERINÁRIO INTERNACIONAL (CVI)

Antes de viajar para o exterior com o seu cachorro ou felino, o turista brasileiro precisa apresentar o Certificado Veterinário Internacional (CVI). Ele comprova que o seu pet passou por exames específicos que asseguram o bom estado de saúde do animalzinho, além de mostrar que ele está devidamente vacinado e seguro contra eventuais doenças existentes nos países e regiões que ele for conhecer ao lado do seu dono.Tal documento deve ser tirado sempre antes de cada viagem através do Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

2 – PASSAPORTE PARA TRÂNSITO DE CÃES E GATOS

Outro documento essencial na hora que for viajar com o seu pet é o Passaporte para Trânsito de Cães e Gatos. Diferentemente do CVI, essa certificação não precisa ser emitida antes de toda viagem que for ser feita, ele só precisa ser tirado uma única vez e poderá ser usado em outras oportunidades. O passaporte leva um mês para ser expedido pelo Vigiagro e comprova a origem, o futuro destino e o histórico das viagens realizadas pelo pet.

3 – COMO FUNCIONAM

Antes de viajar, é importante saber que alguns países aceitam somente o CVI ou o passaporte para liberar a entrada do animal. Ou seja, um documento pode substituir o outro, dependendo o destino final. Paraguai, Argentina, Uruguai e Venezuela – países do Mercosul – reconhecem ambas as certificações como oficiais para o ingresso de animais de estimação.

Países de fora do Mercosul exigem exclusivamente o CVI para permitir que pets entrem em seu território. Para retornar ao Brasil com o seu bichinho, é necessário que seja tirado novamente o CVI, só que no país de destino. Somente em países do Mercosul, o CVI de saída do Brasil é válido também para o retorno do seu amiguinho.

Para mais informações, é só acessar nosso site e escolher o plano de saúde animal que mais se encaixa para você e para o seu pet!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *