3 sintomas de que seu cachorro está com febre

3 sintomas de que seu cachorro está com febre

Estar atento à saúde do nosso cãozinho é tarefa de todos os dias. Ele pode apresentar sintomas que revelam doenças e outras complicações. Com a febre não é diferente, portanto preste atenção e confira 3 dicas do PetSaúde para  você identificar se seu cachorro está com a temperatura elevada! Olha só!

Os cachorros são animais fortes, brincalhões e com muita energia. Porém, assim como nós, eles também estão sujeitos a infecções, inflamações e outras complicações. O sinal mais comum de que algo não está bem é a febre. Por isso, é crucial que o dono esteja de olhos abertos para identificar qualquer sintoma ou mudança de comportamento que revele esse problema. Quer saber como fazer isso? Basta ler as dicas que o PetSaúde separou para você!

1 – FOCINHO QUENTE

O nariz dos cachorros é muito sensível e pode indicar diversas coisas. Ele muda constantemente de temperatura devido ao ambiente e à sensação térmica, porém se ele estiver muito quente, pode estar indicando um quadro de febre decorrente de alguma enfermidade. Além disso, caco o seu cãozinho esteja com sintomas como corrimento nasal, crostas ou espirros constantes, as chances de ele estar doente são muito elevadas.

2 – TEMPERATURA RETAL ELEVADA

A temperatura média do corpo dos cachorros varia entre 38,5º C e 39,5º C, um pouco maior do que a dos seres humanos. Para termos certeza absoluta de que o pet está com febre, precisamos aferir a temperatura retal. Mas como podemos fazer isso? Existem termômetros elaborados especialmente para essas situações, concebido com material e formato propícios. Em nenhuma hipótese, utilize um termômetro humano para fazer essa medição. A temperatura elevada do reto é o principal sintoma de inúmeras complicações e a prova de que o seu cão não está bem.

3 – OUTROS SINTOMAS

Além dos sintomas citados acima, é possível identificar outros sinais que podem indicar o estado febril do cachorro. Fique atento à colocação dos olhos e à temperatura das orelhas do pet, pois esses aspectos tendem a indicar a presença de febre. Outra dica é observar a reação do dog ao longo do dia. Falta de energia, perda do apetite, tosse e vômito também são indicadores de estado febril.

Enquanto o cachorro esteve apresentando sintomas de febre, evite passear e brincar com ele, já que o repouso é a melhor forma de recuperação. Evite ainda oferecer alimentos gelados ou muito quentes, nem dê remédios produzidos para seres humanos, uma vez que tais drogas possuem substâncias prejudiciais aos animais.

Para mais informações, é só acessar nosso site e escolher o plano de saúde animal que mais se encaixa para você e para o seu pet!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *