3 passos para tratar a otite do seu gato

3 passos para tratar a otite do seu gato

Os gatos são animais que possuem ouvidos muito complexos e sensíveis. Por isso, eles são bastante propícios a sofrer infecções e inflamações na região, pela ação de bactérias e de outros micro-organismos ou pela presença de objetos estranhos no canal auricular. Confira só as dicas do PetSaúde para tratar corretamente a otite do seu gatinho!

Apesar de muito aguçado, o ouvido dos gatos é frágil e suscetível a diversas doenças causadas por alguns parasitas ou mesmo pelo acúmulo de cerume no local. A otite felina surge exatamente nessas situações, quando o epitélio que cobre o conduto auditivo inflama pela ação de agentes nocivos. Assim que os sintomas forem detectados, é crucial que levemos o gatinho até um veterinário, para que seja realizada a consulta adequada. O texto de hoje contará para você como agir e como tratar essa doença. Olha só!

1 – IDENTIFICAR OS SINTOMAS

O primeiro passo para tratar a otite é reconhecer alguns sinais bem característicos. Se você perceber que o seu gato balança a cabeça constantemente para uma direção, isso pode querer dizer que ele está incomodado com algo em seu ouvido. Outra dica é ficar atento para o comportamento do bichano, ele pode coçar a região com a patinha, um sinal claro de que há um incômodo no canal auricular. Um líquido de coloração amarelada ou mais escura também pode escorrer do ouvidinho do felino. Geralmente, esse líquido vem acompanhado de um odor forte.

2 – LEVE O GATINHO A UM ESPECIALISTA

Por mais angustiante que possa ser a espera, não podemos simplesmente tratar a otite felina caseiramente. Como dito anteriormente, o ouvido dos gatos é um local extremamente complexo. Então, uma medida essencial é se consultar o mais rápido possível com um veterinário. Ao chegar no consultório, o procedimento mais corriqueiro é que o profissional realize uma limpeza auditiva, que tem a função de eliminar o agente causador da inflamação (bactérias e ácidos graxos), desobstruir o canal, averiguar o estado do tímpano e, finalmente, aplicar a medição tópica na área.

3 – NÃO INTERROMPA O TRATAMENTO

Logo após os procedimentos acima, o veterinário informará qual conduta seguir para tratar com eficácia a otite do gatinho. E é importante segui-la direitinho! Mesmo se o felino já aparentar uma melhora visível depois da limpeza auditiva, não se pode parar o tratamento, uma vez que o gato só está apto à vida normal 7 dias após a higienização. Mesmo bichano estando alegre e agitado, o medicamento deve continuar a ser dado ou aplicado, sobretudo se ele tiver apresentado sintomas como febre, anorexia ou perfuração do tímpano. Como última atitude, caso o tratamento não obtenha êxito, o gatinho terá que passar por uma intervenção cirúrgica.

Para mais informações, é só acessar nosso site e escolher o plano de saúde animal que mais se encaixa para você e para o seu pet!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *